estantes

As mais bem vestidas do Globo de Ouro

Postado por em jan 12, 2015 em Cinema, Make-up, Moda | 0 comentários

Gente, esse post é praticamente uma conversa de Whatsapp. “Amiga, tá vendo o Golden Globes? Olha esse vestido da menina do 50 shades que qué isso? Morri”. Tipo assim. Tem minhas opiniões após intenso debate com as colegas. Colocarei aqui as mais belas e TENTAREI dar umas dicas que a gente pode trazer para a vida real – dentro do possível, considerando que não somos clientes da Maison Chanel (né???). Isso porque, em breve, estarei aprofundando meus conhecimentos em consultoria de estilo e estou muito me achando empolgada.

Vamos por cores, afinal, as cartelas dominantes ficaram bem definidas.

1. As prateadas
Essas lideram a lista, pois foram também minhas favoritas. E já que a melhor atriz de drama está nesse grupo e ela é musa (merecia um post especial aqui hem) e o vestido é lindo e ela nunca erra, foi a mais linda na minha opinião. E a Dakota Johnson, que daqui a um mês estará dando vida a Anastasia Steele em Cinquenta Tons de Cinza, estreou muito bem nos red carpets, toda reluzente. Metalizados vão bombar. O prata, mais fácil de usar, tanto de dia quanto de noite, deverá ser o mais visto por aí. A Zara já tem shortinho, saia… se joguem.

Julianne Moore de Givenchy – top 1 no red carpet, levou também um Globo de Ouro como melhor atriz de drama em longa-metragem.
Julianne Moore

Dakota Jonhson de Chanel – top 2
Dakota Johnson

Reese Witherspoon de Calvin Klein – tá simples, mas tá no revival minimalista, gostei. E ela vai estrelar um filme que me interessa, então estou simpatizando desde já com a moça. Dica: o tomara-que-caia valoriza o colo e, salvo mulheres com ombros muito largos, dá leveza e uma impressão de magreza, pois ressalta os ossinhos dessa parte do corpo. Muitas estrelas abusaram do modelo nesse Globo de Ouro.
Reese Witherspoon

2. As amarelas
Quem ousa vestir amarelo e fica bem, ganha meu coração. E quando são atrizes que eu gosto, it’s a match! Muito amor, viu. Amarelo é uma cor que assusta e, geralmente, é associada ao calor e à pele bronzeada. Eu sou bem branquinha e tenho dois vestidos amarelos que sempre ganham elogios, um deles é de manga comprida, usava com meia preta fio 40, no inverno. Acho que a cor é ótima e cai melhor do que as pessoas imaginam.

Leslie Mann de Kaufmanfranco, lindíssima – uma marca que nunca tinha ouvido falar, porém descobri que veste de um tudo muitas garotas em Hollywood. O slogan é  “the new sensualists”. Socorram.

Leslie Mann

Naomi Watts de Gucci, com colar MARA $$$ da Bulgari. O design de serpente é exclusivo da marca e a peça é de diamantes 76 quilates.
Naomi Watts

3. As vermelhas
Vermelho tem aparecido com muita frequência nos red carpets desde o ano passado. Sem medo de se misturar ao cenário, as atrizes estão investindo mesmo na cor. Eu acho que valoriza todos os tons de pele e dá um toque quente a persona. Em acessórios vai bem também. Todo um espanholismo sangre latino – em breve post sobre isso :)

Taylor Schilling de Ralph Lauren – top 5
Taylor Schilling

Jane Fonda de Versace – aos 77 anos mostra o lado exuberante da década de 90, que só o saudoso Gianni soube fazer naquele tempo.
Jane Fonda

Helen Mirren de Dolce & Gabbana – senhora elegância é seu nome
Helen Mirren

Lena Dunham de Zac Posen – mostrou que é possível fazer jus ao seu status no showbizz e se vestiu bem dessa vez
Lena Dunham

Allison Willians de Armani – amiga da Lena em Girls e na vida real, bela, de saião rodado, sem parecer um emoji
Allison Willians

4. Marsala
Jessica Lange de J. Mendel – com a cor do ano, só podia ser a mulher do ano, da década, da vida. Te amo. hahaha
Jessica Lange

5. Black & Pants
Emma Stone de Lanvin – top 3, foi de macacão, linda, gata, invejo, um dia vou ter esse cabelo. Lanvin, aliás, frequentemente veste as queridas de Hollywood como ela e Natalie Portman. Anotem aí para o dia em que forem a uma premiére hahaha. Sem brincadeira, macacão é peça para usar já! Corram. Pode ser de calça curta nesse verão de 40 graus, o macaquinho. E as duas aqui merecem um momento close no make.
Emma Stone

Emma fez um olho lindo, esfumado pesado azul escuro, com lápis Chanel Stylo Yeux Marine e combinou com um batom Revlon (ela é garota-propaganda da marca) Ultra HD na cor Iris – não tem no Brasil :(.

emma make

Lorde de Narciso Rodriguez – top 4 e me faz botar fé na geração Z. O look todo pode ser imitado. Barriguinha à mostra pode ser um problema, mas a cintura alta ajuda na produção. Vejam que ela mostra só uma faixa de pele. Make e cabelo são tendência forte. Amo. O colar de diamantes, de 100 quilates, competindo com o da Naomi, é Neil Lane.
lorde

O batom da Lordinha não foi roxo, mas foi lindo mesmo assim. Um tom de vermelho aberto da Kat Von D, o Studded Kiss Lipstick na cor Countess (não tem no Brasil). E o cabelo bem minimalista, frente baixa e “colada”, com rabo bem liso.

Lorde  make Lorde cabelo

6. Branco, off white e afins

Kate Hudson de Versace – top 6, por que no meu ranking eu coloco quantas eu quiser. Com um design inspirado nas coleções dos anos 90 da grife italiana, Penny Lane mostrou que tá abalando 14 anos depois. Dica quente: recortes verticais e assim meio desenhando a cintura, causam ilusão de ótica mesmo, dando forma de “violão”ao corpo. Stella McCartney fez um vestido assim há algumas temporadas que vendeu que nem banana para as celebridades.
Kate Hudson

Sienna Miller de Miu Miu – ela já foi um ícone de estilo bem mais relevante. Ultimamente tá meio sem graça. Porém, esse vestido era diferente, tinha fofura, tinha sensualidade, era cool. Ponto para ela.
Sienna Miller

Jemima Kirke de Adam Lippes- sei que vai gerar controvérsias, mas gostei do look space oddity. A atriz de Girls é divertida, jovem, moderna, tinha que vestir algo edgy sem ser forçado. O red carpet precisa de mais emoção desde Bjork.
Jemima Kirke

7. Estampadas
Lupita Nyong’o de Giambattista Valli – eu vi que a internet já achou um Bom Ar parecido com o vestido, mas gostei. A cor favorece, o modelo tem aplicações, pregas, movimento, graça. A mulher mais bem vestida de 2014 (segundo um monte de publicções especializadas em moda) continua com bom desempenho.
Lupita Nyong’o

Ana Kendrick de Monique Lhuillier – com uma cartela de cores que passa pelo Marsala, o modelo tem glamour, pouco visto esse ano, vestiu bem e combinou com o estilo da atriz. Mostrou que as petites também podem ficar belas em vestidos com saia mais aberta e volumosa. O decote em V alonga o tronco e a cintura marcada com um adereço fino ajuda a verticalizar e afinar a silhueta.
Anna Kendrick

Bom, acho que é isso. Não! Falta dizer o que não fazer. Nunca, nunca isso:

Keira Knightley de Chanel – se tiver oportunidade de usar um Chanel em um tapete vermelho, faça como a fofíssima do Cinquenta Tons de Cinza: escolha o mais bonito. Errar com um CHANEL é perder o bilhete da loteria. E meu coração se partiu ao ver essa coisa com gola de palhaço que ela vestiu. Ainda mais, porque a atriz sempre aparece tão bela. WTF?
Keira Knightley

Fotos: Getty Images Jason Merritt e John Shearer/Invision/AP

Três dicas rápidas do que usar em 2015

Três dicas rápidas do que usar em 2015

Postado por em dez 19, 2014 em Blog, Make-up, Moda, Tendências | 0 comentários

Adeus ano velho, chega mais 2015! Vou aproveitar o ensejo e mostrar algumas coisas que devem pegar no próximo ano. Até porque, se a gente não usa esse tipo de gancho nessa época, ninguém lê porcaria nenhuma.

De toda forma, truques para ganhar cliques à parte, fiz escolhas que acredito que estão começando a despontar e são legais. Eu, pelo menos, vou adotar. ;)

Vários brinquinhos combinados com um brincão: acho que todas as minhas amigas têm mais de um furo na orelha. Nos anos 90 era de lei. E como essa década voltou com tudo… já vi fashionistas que sigo no Instagram aderindo. Hoje em dia, as lojas de bijuterias fast-fashion até vendem brincos que é só encaixar no lóbulo, para dar o truque. Bom, eu sou a favor de ser autêntica, então, daria um pulo na farmácia.
IMG_7647

Rímel colorido: se em 2014 a moda foi brincar de deixar o cabelo parecido com um arco-íris, agora a onda vai ser colorir os cílios. Para ilustrar, escolhi a cor  mais trendy de todas, a marsala, que foi a eleita de 2015 pela Pantone. Esse rímel aí da foto, aliás, é parte de uma coleção de make oficial da Pantone, feita em parceria com a Sephora. Já está à venda nos EUA e não há informação se chega nas lojas daqui. A cor é a do vinho de mesmo nome, de procedência italiana, que tem um tom marrom-avermelhado. Acho que logo logo vai dar para encontrar versões à venda em uma loja próxima. Se tiver a fim de adquirir um já, a Vult foi a marca nacional que encontrei com mais produtos em cores inusitadas. A Givenchy lançou uma coleção de mascáras com várias tonalidades, mas, por enquanto, só chegou a azul aqui. A Quem Disse Berenice tem verde e azul. A Avon tem azul e roxa. Espero que as fabricantes e revendedoras de maquiagem corram para aderir à tendência e nos ofertar mais opções :)
rimel_marsala_sephora_pantone_FB

Anos 70: se o minimalismo e o Normcore são tendências fortes no momento, as sobreposições, a profusão de acessórios, as sandálias rebuscadas e as estampas coloridas dos anos 70 são um contraponto e um alívio para aqueles que gostam de mais emoção no look. Há algumas temporadas que coleções têm vindo com toques dessa década: acentos hippie, disco, cigano e até um pouco de bruxismo – falarei sobre um ícone desse estilo em breve… Então, pode se jogar nas pantalonas, tecidos fluidos, batas, vestidos floridos, xales e quimonos. E deixe o cabelo crescer.
anna_sui_spring 2014
Anna Sui, primavera 2014

etro_spring_2015
Etro, primavera 2015

paul_&_joe_spring_2015_pantalona
Paul&Joe, primavera 2015

*Fotos: Style.com e Pantone

Três dicas rápidas: um filme, um bar e um batom (wtf?)

Três dicas rápidas: um filme, um bar e um batom (wtf?)

Postado por em out 30, 2014 em Blog, Cinema, Make-up | 2 comentários

Volto com três dicas diretas e retas para você fazer ou adotar já. Nesse fim de semana, quem sabe? Dessa vez, misturo os temas.

Nos cinemas: Relatos Selvagens é uma produção da El Deseo de Pedro Almodóvar, com direção e roteiro do argentino Damián Szifron, também responsável pelo consagrado O Filho da Noiva. Ricardo Darín, o competente e onipresente ator argentino, está no elenco. Só pelas credenciais já dá vontade de assistir. E não decepciona. Na Argentina, foi a maior bilheteria do ano, com três milhões de espectadores e tornou-se o candidato ao Oscar pelo país. Porém, não espere um filme sensível e doce como o anterior do cineasta, esse é puro humor negro. E tem coisas bem pesadas. Mas, é maravilhoso. Eu assisti depois de um clima acirrado de eleições presidenciais e dois dos contos (o longa é composto de várias histórias curtas), me fizeram pensar bastante na bipolaridade maligna que pairava no ar. Fora desse tema, contudo, para quem quiser saber, a história que mais me cativou foi a final, sobre uma festa de casamento ~  love is a battlefield~. Aqui está o trailer. Eu recomendo ir ao cinema sem ver nada, mas, fica por sua conta:

Para beber e comer em São Paulo: Cão Véio (Rua João Moura, 871 – Pinheiros), bar do chef Henrique Fogaça, mais famoso agora por ser um dos jurados do programa Masterchef, que vai ao ar na Band, às terças-feiras. Porém, o que importa é que o bar é ótimo. Eu fui em uma quinta-feira e estava cheio. Apesar disso, demorei uns 20 minutos para sentar, algo que em São Paulo não é muito tempo. A hostess e os garçons foram muito atenciosos e tudo veio rápido. Vale ressaltar que a carta de cervejas é extensa e tem excelentes opções. E, sendo um estabelecimento de um chef, o cardápio tem sanduíches e pratos caprichados, mas sem frescura. Aliás, toda a ambientação é uma coisa meio despretensiosa, meio punk, tipo vamos comer e beber bem, sem gourmetização. Total a cara do dono. Sugiro pedir a Fogaça (American) Pale Ale, cerveja da casa, e as batatas doces fritas com maionese não-sei-do-quê, que eram ótimas. Fogaça também é proprietário do Admiral’s Place, outro bar muito bacana, que parece um clube do uísque e serve drinks preparados impecavelmente, e do Sal Gastronomia, restaurante que não conheço.

IMG_6757

Para arrasar: Se você quiser ir ao cinema, depois tomar uma cerveja no Cão Véio e ainda assim continuar gata e com o batom quase irretocável, aposte no Damn Glamorous da nova linha Matte da MAC. É um vermelho belo, de rica, de Marilyn. Achei menos seco que os da linha Matte anterior, fica colado na boca, mas não é esfarelento. Vende na loja online da MAC aqui. Tá meio fora de propósito falar de batom entre essas dicas? Who cares? Eu comprei há pouco tempo e tô apegada <3

mac_damnglamorous

 

Desenvolvido por