estantes

O poder das cores no cinema

O poder das cores no cinema

Postado por em fev 27, 2016 em Blog, Cinema, Consultoria de Estilo | 0 comentários

As cores transmitem mensagens e têm o poder de influenciar nossas emoções. O cinema sabe disso, desde que se tornou colorido. O significado de uma cor pode ser diferente em cada cultura, em cada país, mas alguns são universais: azul transmite tranquilidade e também confiança – é a cor do uniforme da Marinha. Verde é a cor da ciência, da saúde, da vitalidade, por isso é usada nos uniformes de enfermeiros em quase todo o mundo, já reparou?

Filmes românticos costumam usar cores quentes e muito vermelho. Filmes de distopias e “apocalipse” abusam do cinza e de cores dessaturadas. Tons frios e azuis são usados em obras de terror. Ficções científicas se colorem de verde. De maneira quase imperceptível, as cores mexem com nossas emoções, ajudam a transmitir sentimentos ou a enfatizar mensagens. O vídeo abaixo mostra tudo isso.

Os cineastas fazem muito uso disso. Nos últimos tempos, um que ficou notório pelo uso das cores, criando paletas bem evidentes em seus filmes, é o Wes Anderson. Até uma série de livros foi lançada com base em sua obra e seu trabalho cromático. Na moda, a estética de Anderson já inspirou muitos estilistas como Alessandro Michele, da Gucci, assim como a coleção da Lacoste, Fendi, entre outros. A atual tendência de cores anunciada pela Pantone tem muito das paletas que costumamos ver nos filmes dele, tons suaves, claros e terrosos, rosa e azul.

imagem site vogue brasil2

Ou seja, as cores são ferramentas poderosas na comunicação. E podem ser colocadas em nosso estilo pessoal. Se vamos a uma reunião de trabalho, em que precisamos defender uma ideia, que cor usar? Azul marinho pode ser uma boa ideia. E para ficar mais bonito/a? Usar uma cor que realce o tom da pele, dos cabelos, dos olhos, complementar, é a melhor solução. Já fiz um post sobre coloração pessoal, clique aqui para ler.
*Fotos: Imaxtree e Vogue Brasil

 

Desenvolvido por